Pesquisar este blog

Total de visualizações de página

sexta-feira, 19 de junho de 2009

Bebês dos 5 aos 10 meses: Formação da autoestima (2)

Ely Paschoalick complementa o artigo anterior(1) falando sobre a importância dos cuidados emocionais com o bebê dos 5 aos 10 meses para bem estruturar uma autoestima positiva no ser humano.


Como foi prometido falaremos aqui sobre os cuidados emocionais que os pais devem ter com seus bebês dos 5 aos 10 meses.
DOS 5 AOS 10 MESES (SER/FAZER)
O sucesso desta fase (conhecida como ESTÁGIO DE DIFERENCIAÇÃO) será maior se o espelho foi bem vivenciado.(Leia o artigo (1) postado dia 24 de abril de 2009 para se familiarizar com a fase do espelho).
Caso seu bebê tenha passado da fase do espelho e não o teve bem vivenciada você poderá fazer brincadeiras de cobri-lo com uma fraldinha ou toalha e ficar perguntando: Cadê o fulano! Cadê o fulano! E de repente retirar o pano e falar: Achei o fulano! Que gracinha! Quanto mais festa você fizer e mais você pronunciar o nome dele mais estará auxiliando a superar a fase anterior que não foi bem vivenciada. Se o bebê estiver indisposto ou chorando dê-lhe toques corporais carinhosos e converse com ele imitando suas feiçoes de tristeza ou de dor.
Neste período de 5-6 meses a criança já tem capacidade para se separar da mãe e tomar consciência de que é uma pessoa diferente da mãe. É nesta fase que ela começa a reconhecer sua mãozinha como parte de seu ser e começa a compreender que a comanda. Porisso é tão importante que ela tenha chocalhos e brinquedos dependurados com auxílio de elástico para ela ficar batendo com as mãos e jogando de lá para cá.
Tudo que provoca barulho lhe atrai e você deve deixá-lo explorar os diferentes sons, para isto é necessário que você lhe dê diferentes materiais para bater e chocalhar.Garrafas pet cheias de objetos que provocam diferentes sons tornam-se brinquedos ideais para esta fase, desde que bem fechados e vedados.
Todo exercício que brinca com as mãos e a boca são super adequados para esta fase de 6 aos 10 meses e os adultos devem procurar imitá-los pois isto causa um imenso prazer no bebê e a conclusao: 'Eu sou capaz de me comunicar com o outro'.
O que é inadequado para esta fase é interromper a brincadeira sonora do bebê acusando-o de fazer muito barulho. Frases tipo: 'Tirem este menino daqui, nao suporto mais seu barulho!' 'Que menino barulhento! Fique quieto pelo amor de Deus!' Gritos como: 'Pare!' 'Chega!' sao frases que provocam uma gravaçao de autoestima baixa: 'Eu nao sou capaz de me comunicar' ou 'É muito difícil me fazer compreendido'.
É preferível colocar um algodao em seus ouvidos e vigiar os materiais que lhe entrega nas maos para evitar barulhos muito fortes para você. No lugar de interrompê-lo ou acusá-lo de inadequado e insuportável distraia-o com outras atividades que provocam sons mais fracos ou mais baixos.
Chamamos esta fase de ser/fazer porque a criança ainda mistura seu ser com o seu fazer. Nesta época ela já percebe que fez xixi ou cocô porém ainda não os controla e é prejudicial para sua alfabetização emocional o adulto ficar bravo por causa de seus cocôs ou rejeitar o bebê com nojo porque este está sujo de cocô mal cheiroso.
A criança entenderá que você ESTÁ bravo e rejeitando a ela e ao seu fazer. Assim também procede sua lógica em relação ao provocar barulhos e ser impedida de provocar barulhos.
Não estou querendo com isto dizer que sua criança deve ser insuportavelmente barulhenta e que todos precisam respeitar suas batucadas, mas apenas que o adulto ofereça aos bebês de 5 à 10 meses oportunidades de batucar com diferentes materiais e que aceite suas feses como um presente que ela lhe dá. O bebê começa após os 5 meses a perceber que tem um interior, que pode mexer e livrar-se de objetos que estao a sua frente ou sobre si; percebe que sua mãe está fora dele e que ela também, tem um interior independente do seu.
Consegue perceber se sua mae está bem ou mal assim como começa a preocupar-se com algo além de si mesmo. Essa percepção do “outro” pode lhe trazer ansiedade pois é obtida através de experiências e vivências com os adultos e viver em um ambiente que o envolva carinhosamente será contribuidor para diminuir a ansiedade que se instala por ainda nao compreender bem o outro. Devemos também evitar chacoalhá-lo muito para dormir, evitar brincar de jogá-lo para cima (apesar dele rir e achar bom) e principalmente brigar e gritar frente a bebês de 5 à 10 meses.
É ideal um ambiente calmo e até se possível colocar música clássica para ele ouvir e principalmente continuar a amamentaçao no seio materno.
No período entre 5 e 10 meses é que o bebê se estrutura psiquicamente para formar uma autoimagem positiva ou negativa a partir de experiências do ser e fazer e pode chegar a uma das duas conclusoes estruturais de seu psiquismo: 'EU SOU ALGUÉM MERECEDORA DE AMOR' ou 'EU SOU ALGUÉM QUE NAO MERECE SER AMADA.'
E é crendo em uma das duas frases acima, como base de sua estrutura psíquica, que a pessoa norteia os relacionamentos interpessoais e amorosos em sua vida adulta.
Após os 10 meses o bebê adquire um grau mais avançado de maturidade emocional e inicia uma nova fase onde estruturará a autoimagem referencial em relaçao a sua capacidade: Eu sou capaz de fazer bem as coisas ou eu sou incapaz de fazer até o final as coisas... Mas esta fase será objeto de nossa coluna na próxima semana quando escreverei sobre a base da estrutura psiquica (3) dos 10 aos 18 meses. Mande-me através do campo “comentário dos leitores” suas dúvidas, experiências, comentários e sugestões que terei imenso prazer em responder-lhe pois certamente NINGUÉM É MELHOR DO QUE NÓS TODOS JUNTOS.

35 comentários:

  1. boa noite!

    Tenho 37 anos de idade e fui vasectomisado durante 10 anos e desfiz para trazer o meu 1º BB a 10 meses. Estou enfrentando problema de relacionamento com a mãe, pois, o BB prefere ficar comigo e não ela. Ela acredita que eu estou mimando demasiadamente o BB, somente pelo fato de eu não conseguir conviver com o choro dele, pego-o e faço qualquer atividade que lhe faça parar de chorar.
    Por favor necessito da ajuda de alguém. O que faço neste caso?

    Att...

    Benedito Juciley Ferreira
    goodway@ibest.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenha paciência com a mãe pois a mesma pode estar sentindo-se renegada a segundo plano ou mesmo desamada. Mime-a também pois carinho, toque e afeto não faz mal a ninguém.
      Não faça qualquer atividade que o faça parar de chorar mas sim lembre-se que neste período da vida é muito importante que seu bebê sinta-se aconchegado, aquecido, embalado, cuidado, alimentado e são estas sensações físicas saciadas que o fará concluir: Sou capaz de ser amado, sou capaz de amar, sou capaz de dar e receber amor. Não é preciso distraí-lo ou fazê-lo alegrar-se e rir, basta lhe oferecer calor. Qualquer coisaa me escreva novamente.

      Excluir
  2. Ola, tenho um bb de 10 meses e ele esta estremamente manhoso, se joga p tras, trocar fralda virou um momento de tortura p mim e p ele, ele chora e esperneia p tomar banho vestir a roupa, ja fiz de tudo e nada adianta, confesso que as vezes grito p parar depois me sinto um monstro, nao estou sabendo lidar com isso, nao sei como reagir quando ele tem estas crises, me sinto uma pessima mae... se puderes me ajudar, agradeço mto.

    Att...

    Fernanda Borges de Oliveira
    fefluvio@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você está tão ciente de que a perda de paciência está errado e que gritar ou ficar muito brava de nada adianta que me escreve sobre isto. Realmente é necessário ter um autocontrole e entender que aos 10 meses ele está necessitando de mexer, fazer, pegar, engatinhar e já expressa vontade própria. Não se sinta um monstro! Apenas comece a treinar seu autocontrole e sinta-se em progresso em relação a isto. Quando ele tiver estas crises seja mais rápida, mais forte e bem depressa termine com esta atividade de arrumá-lo, enxugá-lo, vesti-lo, mas termine, não largue na metade ou de qualquer jeito. (Mesmo que seja preciso planejar bem para deixar tudo bem à sua mão).Vá falando com ele como se fosse um narrador de um jogo de futebol e procure olhar em seu rosto. Isto costuma funcionar. O mais importante é refletir sobre você mesmo: O quanto você sente-se cansada com estas novas obrigações? Procure ajuda física de alguém e dê a si mesma um descanso de tais atividades pelo menos duas vezes por semana. Escreva-me sempre. Abraços!

      Excluir
    2. Boa tarde. Fernanda meu bebe está com quase 10 meses, e a troca da fralda está sendo uma luta, quando deito ele, ele se vira e se eu nao deixar ele se virar ele começa a chorar, gritar, mas tenho percebido que se eu fizer as atividades cantando, fazendo cosquinha e oferecendo na mão dele, lenço umedecido, frasco de perfume, pomada, ele entra na brincadeira e se distrai.. Mas confesso, que tem sido muito cansativo.

      Excluir
  3. Meu bebê vai fazer 5 meses e não gosta de ficar sozinho. Às vezes fica brincando por 5 minutos sozinho, mas logo em seguida começa a chorar querendo colo. O que faço para ele aprender a ter prazer em ficar um pouco sozinho?
    Obrigada,
    arilainegave@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nesta fase os bebês gostam de ver suas feições reproduzidas nas feições dos adultos. Fique de frente para ele e pisque seus olhos, sorria, faça caretas e dê preferência para imitar seus mínimos gestos. Nada há de errado ele ficar sozinho ou mesmo ficar querendo companhia de alguém. O que é prejudicial é deixá-lo chorando, chorando até que ele vire de lado e durma. Este comportamento de dormir após chamar alguém ou alguma comida/bebida através do choro intenso é que deve ser evitado uma vez que a criança acostuma a não ter suas necessidades comunicadas e ela poderá concluir: Eu não sou amada, eu não mereço amor, eu não sou compreendida, eu não consigo me fazer compreender.Tal comportamento também pode até provocar obesidade quando maior. Portanto nada tem de mais que você responda com sua presença a cada vez que for solicitada. Brincar de esconde esconde com uma fraldinha cobrindo o rosto também pode contribuir para que a criança, nesta fase, crie ansiedade quando as pessoas desaparecem de seu campo visual. Deixe tal brincadeira para mais tarde, 10,11 meses. Escreva-me sempre, um abraço
      ElyPaschoalick

      Excluir
    2. Muito obrigada! Eu não deixo ele chorando, acho uma covardia, uma vez que o choro é sua forma de se comunicar. Infelizmente, as pessoas têm o péssimo hábito de dar opinião sem ser questionado, dizendo que ele faz manha, que já está mimado, eu simplesmente respondo que não se pode colocar pensamento de adulto na cabeça de um bebê. Novamente obrigada, Arilaine.

      Excluir
  4. Oi!
    Meu bebê tem 5 meses e todas as vezes que vou coloca-lo para dormir a noite ele briga com o sono e acaba dormindo só depois de chorar. Estou acostumando a faze-lo dormir sempre no mesmo horário, mas não está adiantando. O que posso fazer para que ele durma sem chorar?

    obrigada

    ResponderExcluir
  5. É de extrema importância pelos motivos expostos acima que o bebe aos 5 meses não fique sozinho chorando até dormir. Você deve pegá-lo, apertar-lhe o corpo contra o seu, conversar com ele carinhosamente e até ficar olhando para seu rosto até que ele durma. Não é necessário embalá-lo ou balançá-lo de um lado para o outro pois muitas vezes ele realmente pode não estar com sono. Lembre-se sempre que é neste período que ele começa a identificar e diferenciar o que é ele e o que é sua mãe. Seu corpo dos outros corpos. É um período de descoberta que leva-o a entender e concluir sobre si mesmo: "Eu sou merecedor de amor!". "Eu sou capaz de amar e ser amado!". Muitas vezes este choro que pode parecer manha nada mais é do que dificuldades de se adaptar com o afastamento da mãe, que agora ela percebe diferente de si.

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Tenho um bebê de 7 meses, e amamento ainda. Ela só pega no sono quando a coloco no peito. Ela acorda varias vezes durante a madrugada chorando, só quando coloco no meu peito pra mamar um pouco ela se acalma e volta a dormir. Será que isso é sinal de insegurança?estou sofrendo muito, porque acabamos não dormindo bem a noite. Tem alguma solução? Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida, isto não é sinal de insegurança e sim pedido de VIVER, de SER. O que pode lhe facilitar um pouco é colocar um despertador para acordá-la antes do choro da criança de maneira que você vai acordar e já oferecer o carinho, o calor e o peito para o bebê. Nas mamadas da noite você também deverá evitar trocar fraldas ou outros movimentos que podem excitá-lo. Escreva-me mais contando os detalhes. Meu endereço: elypaschoalick@gmail.com

      Excluir
  7. Olá tenho uma bebe de 6 meses e esta está todo o tempo a chorar, já não sei o que fazer. Pois não se interessa por nenhum brinquedo, não importa qual seja e, passo o tempo todo com ela. Fome não é, pois dou-lhe a comida certa de 3 em 3 horas, coisa que nunca rejeita, pelo contrário ainda chora por mais.
    Por favor, diga-me algo pois, estou a ficar um pouco desesperada, ao ponto de por vezes me colocar a chorar e, sei que isso não é bom para a bebe.
    Obrigada, desde já.

    ResponderExcluir
  8. bom dia! meu bebe está com quase 11 meses brinca sozinho mas muitas vezes me quer por perto, passa dia todo na escola entrou com 7 meses foi super fácil adaptação ia bem feliz com as tias e agora deu em querer chorar para entrar na escola, mas sei que depois ele fica bem é uma ótima escola..mas me corta o coração ..busco ele na escola e não quer entar em casa adora uma rua..hehe tento brincar quer muito a minha atenção ..ai dou um banho se acalma e fica bravo ao sair e colocar a roupa depois toma mamadeira e fica bom de novo hehe brinca mais um pouco e depois dorme..porem tem dias que dorme bem dias mal..geralmente acorda umas 2 vx na noite ainda quer tomar mamadeira aixi não é facil

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida, seu bebê está perfeitamente normal, graças à Deus que nós, seremos humanos, mudamos sempre à procura da realização de nossos prazeres.
      Leia a fase dos 11 meses que está descrita no artigo Formação da autoestima (3) que voce entenderá um pouco mais do que acontece com seu bebê que agora interage com o mundo e deixa de ser SEU.
      Se quiser mais troca de ideias pode me escrever para elypaschoalick@gmail.com que terei imenso prazer em conversar com você.

      Excluir
  9. Olá,
    Minha bebe tem 4 meses e meio e é cheia de gostos, querer e birras. As vezes falo sério com ela, sempre olhando nos olhos e na mesma altura. Falo que ela não deve fazer birras, ser mal criada, que nós a amamos mas que as vezes temos que dizer não para algumas coisas que ela faz. Ela não é de chorar, mas fica sem espremendo muito, acho que é quando não tá satisfeita com algo, faz isso até nós tirarmos do carrinho, por exemplo. Quando chora para fazer algo, como virar o tempo todo de bruços e não deixamos, ela se estica toda deixando o corpo todo durinho e fazendo cara como se estivesse com muita raiva. As vezes tenho muito medo de não saber educa-la e de mais tarde ela se tornar uma criança rebelde. Me ajude, me diga como devo proceder.

    ResponderExcluir
  10. Olà, meu bb tem 9 meses e meio sou uma pessoa muito tranquila e meu marido tambem, em casa ouvimos muita musica, sou Brasileira e meu marido Italiano gostamos muito de dançar tambem, enfim somos jovems 37 e 40 anos, o nosso problema é q nosso bb é muito agresivo usa muito as maos p dar tapas nele e em nos usa tambem a mao fechada como se fosse dar um murro. nao sabemos oq fazer, porfavor nos ajude... obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Qual é o antônimo da agressividade? O carinho. Use e abuse de mensagens positivas de carinho. Pegue sempre nas mãos de seu bebê e passe-as carinhosamente sobre seu rosto, sobre o rosto do pai e do próprio bebê. Sorria ao fazer isto e procure entrar em contato com uma sensação de bem estar que vai relaxando todos os músculos e provocando feições de entrega. Procure não rir do fato de seu filho fazer algumas peripécias brutas e agressivas. Por mais sem graça, culpada ou confusa que voce se sinta frente a estas manifestações não faça propagandas delas ou mesmo piadinhas ou risinhos. Cada vez que o bebê der tapas ou murros expresse bastante carinho com as mãos dizendo que estas podem servir para acariciar. O toque é muito importante. Ele é vital. Aproveite estas oportunidades para tocar também a coluna vertebral de seu bebê intensificando o contato com a pele do corpo.
      Espero ter ajudado e gostaria que você entrasse em contato comigo via e-mail "elypaschoalick@gmail.com" para podermos trocar mais conversas.

      Excluir
  11. Olá, meu bb tem 6 meses quase não dorme e só chora, tenho a sensação de maternidade fracassada, pois acho que não o entendo, as brincadeiras que deveriam ser feitas para seu desenvolvimento são caladas pelas tentativas de acalma-lo, será que vc pode me dar um auxilio de como proceder nessa fase? já o levei ao médico, ela disse que ele é normal e só precisa aprender a dormir sozinho...me ajude???

    ResponderExcluir
  12. ola, eu trabalho 36 horas e passo somente 12 horas com meu filho, na minha ausencia ele fica com a avó paterna, quando ele esta comigo ele faz muita manha e só quer colo, parece que nada o contenta, as vezes fica super irritado. Nao sei como distrai-lo, ou que dizer para conquista-lo. Já quando esta com minha sogra ele é uma criança super docil, alegre e tranquilo. As vezes penso que ele acha que eu sou a baba e ela a mãe. Por favor me ajude! Oque posso fazer para conquistar meu filho nesse pouco tempo que passo com ele!

    ResponderExcluir
  13. Ola. Minha bebe tem 8 meses e esta sempre muito feliz. Ela recebe muito amor e carinho o tempo todo e isso a faz doce. Entretanto, entre uma brincadeira e outra ela grita muito alto, brincando mesmo, mas me incomoda demais! Ja demonstrei que nao precisa gritar, mas nao tem jeito: ela berra muito! Em casa eu e meu esposo nunca tivemos o habito de gritar e nao sei de onde vem isso. Os gritos dela incomodam os vizinhos, mas principalmente, incomodam a mim, que falo baixo mesmo quando estou nervosa. O que faco?

    ResponderExcluir
  14. Olá, quero começar agradecendo e dizer que adorei o post!
    Então, tenho uma bebê de 6 meses, que não dá muito trabalho, é um anjinho, só chora mesmo quando há algo errado (fome, fralda suja, calor, frio, solidão, etc). Porém, de uns dias para cá, venho percebendo que ela meio que já está entendendo.que quando chora consegue o que quer, principalmente comigo que passo o dia inteiro com ela, e não tanto com o pai, pois ele trabalha durante a maior parte do dia. Não sei o que faço com relação a isso.
    E outra coisa, ela só dorme quando a balança, raramente dorme sem ser embalada. Isso se torna muito cansativo pra mim, pois também sou eu quem a faço dormir. Não sei o que fazer para mudar essa situação. Se eu não a balançar, ela não dorme, chora insistentemente, perde o fôlego, até que eu a balance para que durma.
    Poderia ne dar uma luz?
    Desde janeiro agradeço.

    ResponderExcluir
  15. Olá, tenho uma bb de 8 meses e ha alguns dias comecei com uma babá. Tô precisando de uma folga! Até então estivemos sempre juntas: eu e ela, ela e eu ( e o pai um pouquinho também!) e ela sempre foi uma bebe feliz, mas estranha um pouco os outros colos...agora ela chora o tempo todo qdo está com a babá. Eu fico agoniada, tento deixar as duas sozinhas um pouco mas acabo voltando para pega-la no colo. O que é o melhor a fazer?
    Ah! Ela também só dorme no peito, isso é ruim?

    ResponderExcluir
  16. Olá! Minha bebê completará 9 meses essa semana. Estou tendo problemas com meu marido por conta da divergência em relação à educação do nosso bebê. Ela tem rotinas bem estabelecidas, sobretudo em relação ao sono. Ela nunca foi de dormir durante o dia, apenas pequenos cochulos de 20 min, 1 ou 2 vezes, por dia, porém, 19:30h dá os sinais de cansaço e 20h está no peito para dormir. E dorme até 7h, em regra. Eu sei que quando da 19:30h ela quer dormir e não quer saber de mais nada e fica extremamente irritada, com olheiras. Eu penso que devemos respeitar o ritmo dela, para somente quando ela estiver maiorzinha começar a adequá-la a saídas noturnas (festas de família, jantares em shopping, por ex) pois acho que é estressante para ela e para mim também. Acho que programa para nós, nessa fase, são passeios ou visita a familiares que perdurem até 19h. Meu marido acha que ela já tem que acostumar e eu acho que não devo forçar o ritmo dela agora. O que faço??? Me ajude, por favor..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostaria muito de poder acompanhar seu filho hoje já com quase dois anos. É possível?

      Excluir
  17. Bom dia, tenho um bebê de 8 meses e normalmente ele dorme bem, acordando de vez em quando para mamar e logo volta a dormir. No entanto, há algumas noites em que ele acorda de madrugada gritando e chorando muito, como se estivesse se assustado alguma coisa e só se acalma depois de muito acalento. Eu e o pai dele ficamos preocupados, pois não sabemos se isso é normal. Se ele está com algum medo real ou imaginário e o que poderíamos fazer para que ele se sinta melhor.

    ResponderExcluir
  18. Olá tenho um bebê de 6 meses e percebo nele alguns comportamentos agressivos como as vezes brigar com os brinquedos...quando quer algo ele olha para mim e fica gritando e no momento de trocar a fralda sempre há gritos e choros...converso com ele séria "explicando que a mamãe não gosta daquilo,que é feio" mas ele continua...e agora qdo fica só começa a gritar da mesma forma...e também qdo quer qualquer coisa...como posso proceder nesse caso?Desde de recém-nascido eu percebo esses traços nele...

    ResponderExcluir
  19. Nossa muito bom os posts
    Tenho uma bb de 5 meses e meio estou retornando ao trabalho porém ela não quer pegar mamadeira já tentei as formulas sugeridas pelo pediatra e nada tentei diversos modelos de mamadeira sem sucesso leite materno também não aceitou normalmente quem da a mamadeira é a babá ou o pai dela pois comigo ela nem abre a boca pelo contrário chora aí acabo dando o peito. Gostaria de uma orientação pois acho que ela está sentindo que vou ficar longe por um período de tempo ao longo do dia papinha não aceita e fruta só pêra e manga. Estou preocupada como vou trabalhar tranquila sabendo q minha princesa pode estar com fome. me ajude por favor

    ResponderExcluir
  20. Boa noite, li um artigo seu sobre educar bebês e me identifiquei com uma senhora que disse ter um bebe de 9 meses que fica batendo no rosto dos pais. Minha bebe faz muito isto, dá unhada e confesso que já peguei as mãos dela e pus no rosto e fiz carinho em mim mas ela volta a bater. Se falo não faça isso, aí mesmo que ela bate com força. O que é isso? Eu e meu esposo não costumamos brigar...há...e percebi que ela fica puxando seu próprio cabelo, eu a sinto ansiosa! Fico preocupada com ela. Vc poderia me dar uma luz?
    Marilice Pezente Coelho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em primeiro lugar esta é uma fase de contato e reconhecimento de seu bebê. Não encare como agressividade, apenas é contato. Continue acariciando sua face e principalmente sua coluna vertebral e se possível, o corpo todo com creme como uma massagem tipo shantala com conexão nos olhos.
      Acredite que quanto mais tocar o corpo de sua filha carinhosamente mais ela saberá ter contatos carinhosos.
      O fato de puxar os cabelos e até machucar o outro é porque ela não tem noções de sua força.
      Tranquilize-se e me mantenha atualizada contando-me sobre o desenvolvimento de sua filha.
      Agradeço muito a foto que voce nos enviou
      Abraços ElyPaschoalick

      Excluir
  21. Olá. Me chamo Gabriela e sou mãe do Augusto de 6 meses. Desde cedo busco uma criação amorosa exatamente como falado nos artigos daqui. Porém na lida diária com o bebê o cansaço acaba muitas vezes tomando conta. De uns tempos pra cá ele tenta chamar muita atenção em momentos como jantar, ou outros dos quais precisam ser realizados sem a presença dele. Ele fica com outra pessoa nesses momentos enquanto realizo as tarefas mas na maioria das vezes ele chora e só eu pegando no colo para acalmar. Ai ele para na hora. Durante o.pós banho tbm é uma luta constante. E para "ajudar" familiares que moram junto acabam dando palpites e me acusando de mimar ele e que é precido deixar chorando, o que não concordo. Acabo ficando de mãos atadas nesses momentos em que as atividades precisam ser realizadas exclusivamente por mim e ele chora. Como proceder, como auxiliar ele nesse entendimento de que eu estou realizando uma tarefa e em.minutos retorno?

    ResponderExcluir
  22. Olá, Ely

    Meu filho tem quase 9 meses e eu trabalho o dia todo. Quando chego em casa ele fica muito manhoso e só quer ficar comigo. De repente começa a fazer birra atrás de birra. Nos finais de semana é ainda mais intenso. Não consigo ir ao banheiro, ele só quer a mim e fica ainda mais choroso.
    Fico muito preocupada de minha ausência estar prejudicando a personalidade dele. Não sei se devo ficar "grudada" nele para suprir minha ausência ou dar mais espaço para ele deixar de ser tão dependente.
    Percebo, ainda, que ele é muito impaciente. Se ele quer uma coisa, tem que ser pra já. Se ele está segurando alguma coisa e esta coisa cai, ele chora na hora.
    Minha maior dúvida é se isso é normal de bebê ou se há algum probleminha.

    ResponderExcluir
  23. bom dia !
    tenho uma menina de 10 meses, ela é muita agitada quer mexer em tudo, abre os armários, olha o que tem dentro, mas não tira nada porque sempre falo não mexe ai, explico não mexa.... ela tambem gosta de abrir e bater as portas para fazer barulho , explico que não é para mexer mas ela daqui uns segundos ta fazendo denovo ....o que eu faço , fico muito irritada não quero que ela seja desobediente quero educa- la ????? mas como ????

    ResponderExcluir
  24. Oi, minha bebê tem 6 meses e quer viver no colo, brinco com ela mas se paro pra fazer algo e a coloco na cadeirinha ou na cama ela chora, geralmente coloco ela na cadeira com alguns brinquedo sempre me vendo. Não sei o que faço.

    ResponderExcluir
  25. Olha minha filha tem 8 meses. E esta um pouco dificil. Pois ela esta numa fase de muita birra se joga p tras constantemente. Na hora de trocar a fralda é uma luta coloca roupa e arruma o cabelo é outra luta. Ela é muito nervosa faz birrasa. E quando chamo atenção dela ela faz sons como se estivesse brava e discultindo fecha a cara e tudo. To perdida

    ResponderExcluir