Pesquisar este blog

Total de visualizações de página

sábado, 16 de outubro de 2010

EDUCAR PELO MEDO: 4 decisões que um adulto toma por ter apanhado ou sofrido medo quando criança.

Me siga no twitter: www.twitter.com/elypaschoalick


Uma criança educada até os 12 anos pelo medo, por castigo e por surras pode desenvolver internamente uma ou mais destas 4 decisões abaixo descritas:

1. VINGANÇA: Quando eu crescer você vai ver o que eu faço com você! (Decisão esta que a maioria dos alunos agressivos e levados do Ensino Fundamental tomaram quando pequenos - 4 à 12 anos - frente a EDUCAÇÃO PELO MEDO, e  que faz parte da história de quase todos os maridos que batem na mulher.)

2. INSENSIBILIDADE: Também não doeu, não estou nem aí! (Decisão esta que faz parte da história da infância da maioria dos presos por briga ou assassinatos com requintes de maldades.)

3. FINGIMENTO: Vou ficar mais esperto e fazer as coisas que os desagradam mais escondidas de você! (Decisão esta que grande parte das pessoas “fingidas”, que fazem as coisas por trás - dos pais, professores, chefes, maridos, esposas, vigias - tomaram e que faz parte da história da maioria dos que se entregam a drogas ou a um mundo de mentiras.)

4. ABANDONO: Também não vou te amar mais e não vou gostar do que você me oferece. (Decisão esta tomada por alunos que não gostam de uma matéria porque tiveram experiências negativas com professores daquela matéria e faz parte da história da maioria dos adultos que abandonaram os estudos na infância ou adolescência ou mesmo daqueles adultos que não conseguem persistir até o final mesmo frente a adversidades.)


         A educação pelo medo é aparentemente a mais eficaz e imediata mas pode gerar no ser humano mecanismos de defesa que o impulsiona a tomar decisões de reagir, se defender ou se vingar mais tarde, quando crescer.

         Tais mecanismos e decisões são determinantes de comportamentos adultos desajustados e agressivos pois o sentir e o pensar ficam inibidos em momentos de raiva ou contrariedade.

         Fazendo-se assim cumprir a afirmação: “Violência gera violência”.

        Podemos considerar mecanismos como sistemas internos do psiquismo humano que as pessoas desenvolvem para sobreviver a situações difíceis e ameaçadoras.

         Assim sendo, quando uma criança é humilhada ou depreciada por um adulto, afetivamente ligado a ela, do qual ela depende, seu medo de ser abandonada e rejeitada é tão grande que a faz lançar mão de um mecanismo interno para sobreviver seja ele de vingança, insensibilidade, fingimento ou abandono.

         Muitas e diversas podem ser as reações (os mecanismos de defesas) das crianças e jovens frente às humilhações e depreciações feitas por seus pais, professores ou superiores, alguns reagem de imediato, outros demoram mais e outros se acostumam tanto ao mecanismo  que os repetem, de uma maneira diferente, em um cenário distinto, pela vida adulta afora.



         Troque a educação pelo medo pela educação pela consciência.
          
         Troque a educação pelas ameaças e castigos pela educação dos limites e contratos.

         Flagre seu filho fazendo coisas certas e verbalize para ele que ele é CAPAZ DE FAZER E DE SER AMADO.  

NOTA: Este artigo foi publicado no site: www.megaminas.com.br/coluna/educacao
Me siga no twitter: www.twitter.com/elypaschoalick

3 comentários:

  1. Graça e paz, sempre!

    Passei por aqui para conhecer seu blog.
    Estou procurando bons blogs para compartilhar.

    Já estou te seguindo.

    Ficaria muito feliz se puder me visitar.
    Se quiser me seguir também será um prazer para mim.

    Abraço em Cristo,

    Sandro
    http://oreinoemnos.blogspot.com/
    Te espero lá.

    ResponderExcluir
  2. Já o estou seguindo. Mande-me mensagem quando postar artigos novos. Que Deus nos abençoe!

    ResponderExcluir
  3. nao da conta nem de educar os proprios filhos vai educar filhos dos outros kkkkk que piada

    ResponderExcluir